Como Evitar a Sarcopenia

  • Publicado em 15/04/2017

Adicionar no seu Flipboard

A sarcopenia é um processo fisiológico que é caracterizado pela perda de massa, função e capacidade muscular de acordo com o decorrer da idade. Alguns estudos já mostram que essas perdas começam a partir de 40 anos de idade, porém, se intensifica após os 70 anos, podendo gerar uma redução de massa muscular de 15% a cada 10 anos (Vitale et al., 2016). No Brasil, nos últimos 60 anos, a população idosa cresceu cerca de 5%, equivalente a 15 milhões de pessoas.
A nutrição e o exercício físico exercem em conjunto um papel essencial para o controle desse processo, preservando a massa muscular, força, capacidade de realizar tarefas inseridas no cotidiano dos idosos e assim, melhorando a qualidade de vida. Algumas estratégias são evidenciadas por alguns autores, a mais estudada é o aumento da quantidade proteica diária desses indivíduos, já que os mesmos possuem uma resistência muscular anabólica. Sendo assim, com a necessidade de proteínas aumentada, a recomendação desse macronutriente para essa população varia de 1,5 – 1,8g/kg/dia ou de 30 – 40g por refeição. Já em relação à suplementação em conjunto ao exercício físico, a creatina e o HM-B (β-hidroxi β-metilbutirato) mostram resultados bastante interessantes no que se diz a respeito de ganho de força e preservação de massa muscular. Com os avanços científicos, essa linha de pesquisa vem crescendo cada vez mais.
Recentemente, novas estratégias vêm sendo discutidas, porém, com mecanismos e ações não totalmente comprovados pela ciência. São os casos da administração de beta-alanina, ácido ursólico, algumas vitaminas e aminoácidos isolados. Vale salientar que para uma prescrição correta e individualizada de alimentação e treinamento, procure sempre um nutricionista e educador físico. 




Quer fazer uma Avaliação ou marcar uma consulta ?
Avaliação

A tecnologia da bioimpedância simplicidade e rapidez, fornecendo uma informação completa sobre a nossa condição atual e uma orientação sobre a composição corporal ideal.

Planejamento

A partir dos dados obtidos serão traçados objetivos e metas para o paciente. Será elaborado um plano nutricional e um cardápio personalizado e individual.

Suplementação

Tanto o plano alimentar quanto a suplementação será direcionada conforme as necessidades do paciente: perda de peso, ganho de massa muscular, performance, preparo físico e competições.

Quer receitas e Cardápios em seu e-mail ?