Alimentação x Transtornos Psiquiátricos

Saiba como a alimentação pode influenciar em crises da síndrome do pânico

  • Publicado em 06/04/2016

Adicionar no seu Flipboard

Saiba a importância da alimentação no tratamento de transtornos psicológicos/psiquiátricos?


A Alimentação qual a isituações de transtorno psicológico, t em uma grande importância contribuindo com muitos benefícios para o organismo, pois o nutre com vitaminas , sais minerais e demais nutrientes que estão faltando para seu equilíbrio, Por isso que tudo que você come se aplica também ao seu bom humor. Há uma serie de alimentos que podem contribuir para melhorar o ânimo porque estimulam a produção de neurotransmissores responsáveis pelo prazer, bem estar e euforia, entre eles a seretonina, dopamina, noradrenalina e acetilcolina. Na Inglaterra o estudo Food and mood Project (projeto comida humor) revelou que mudanças no que comemos pode ser positiva para saúde mental.


Alimentos  que podem desencadear ou piorar uma crise?
Estudos revelam que alimentos como a cafeína em excesso, podem desencadear crises de portadores de síndrome do pânico. O experimento concluiu que 480g de cafeína , o equivalente a 5 xícaras de café expresso em apenas 15 minutos, foi o suficiente para desencadear crises em pacientes com pânico ou depressão associada ao pânico, Revista Norte Americana ¨Comprehensive Psychiatry ¨ Além do café podemos encontrar a cafeína em outros alimentos como chá, refrigerantes e chocolate. Ficar muito tempo sem comer reduz os níveis de glicose, o que pode afetar negativamente o humor, assim o correto é alimentar-se sempre de 3 em 3 horas.

- No caso da síndrome do pânico, quais tipos de alimentos ajudam a evitar ou amenizar os transtornos?
Substâncias como vitaminas B1,B2,B3 ( castanha do Pará, ovos, amendoins) colaboram para diminuir a ansiedade , estudo as com pacientes feito em São Paulo, que tinham deficiências dessas vitaminas, e receberam suplementos megavitamínicos adicionais para as deficiências verificadas, foi contatado que 19 entre 23 cobaias apresentaram grande melhora.
Alimentos ricos em vitamina C ( laranja, acerola ), associado a Bioflavonóides (frutas vermelhas, uva), mantem as glândulas adrenais saúdaveis , as quais tendem a estar exaustas durante o período de ansiedade por causa da adrenalina.
Alimentos ricos em magnésio e cálcio ( iogurte , leite desnatado, aveia cozida ) também são substâncias que possuem efeito calmante ajudam a diminuir a sensação de nervosismo.
Alimentos ricos em triptofano ( amendoin, carne de frango, peixes) que estimulam a seretonina, consumo adequado de proteínas é crucial para manter o humor e bem estar, porque sem triptofano suficiente o nível de serotonina no cérebro despencam

Dicas de alimentação e hábitos saudáveis para quem tem síndrome do pânico.
A prática de exercícios físicos, exposição a luz solar, adquirindo vitamina D, se divertir e incluir os alimentos citados em sua dieta sáo outras formas de impulsionar a produção de serotonina no organismo

O ômega 3 é um ácido graxo que reduz os efeitos do estresse e ansiedade , muito eficiente na redução do estresse e pânico em cerca de 20%. Os óleos vegetais ricos em ômega 3, 6, 9 são importantes para ajudar na melhora dos impulsos cerebrais. Eles são encontrados em conjunto na maioria dos alimentos oleosos de origem vegetal, como os azeites extras virgens de garrafa escura, o óleo de coco extra virgem, os óleos extra virgem de macadâmia e as oleaginosas como nossa castanha do caju, a do Pará, as amêndoas, pistaches, nozes, avelãs


Dica de alguns alimentos para incluir no seu dia a dia :


Chocolate
Além do açúcar, contém tirosina – substância que estimula a produção de serotonina – e minerais importantes como cobre, manganês e magnésio (nutriente que fica em falta no período pré-menstrual). Dispara a produção de endorfina e dopamina, neurotransmissores responsáveis pelo relaxamento. Os mais recomendados são os com 70% de teor de cacau pelo alto poder antioxidante.


Aveia
Cereal que contém altas doses de triptofano. Além do aminoácido que auxilia o organismo a liberar a serotonina, também tem bons níveis de selênio, que colabora para a produção de energia.


Banana madura
Contém duas substâncias que auxiliam o humor: os carboidratos, que estimulam a produção de serotonina e a vitamina B6, que garante mais energia. É ótima como opção de lanche rápido.


Brócolis
Rico em ácido fólico, que é importante para a liberação da serotonina. Além de garantir o bom humor, renova as células e previne defeitos no sistema nervoso dos fetos, portanto é essencial para as gestantes.


Espinafre e folhas verde-escuras
Têm efeito antidepressivo por serem ricos em magnésio – que atua na produção de energia, potássio e vitaminas A, C e do complexo B, que ajuda a manter o sistema nervoso tranquilo.


Sementes oleaginosas
São as nozes, castanhas, amêndoas e a mais poderosa de todas, a castanha-do-brasil. Auxiliam na diminuição do estresse por conterem um importante antioxidante, o selênio.


Laranja, maracujá e jabuticaba
Por terem altas doses de vitamina C, previnem o cansaço e combatem o estresse. Também colaboraram com as defesas do organismo. A jabuticaba ainda tem a vantagem de conter vitaminas do complexo B.


Leite
Produz um efeito relaxante em toda a musculatura graças ao triptofano, que é precursor da serotonina.


Ovos
Contêm substâncias que garantem o bom humor, como a tiamina e niacina (vitaminas do complexo B), além de fazerem bem para a memória.


Peixes e frutos do mar
Grandes fontes de minerais importantes para a atividade cerebral, como o selênio. Também ajudam a combater o cansaço e a ansiedade. Os frutos do mar são ricos em zinco, mineral essencial para o bom humor.


Pimenta
A sensação de ardência é provocada pela capsaicina – substância presente na pimenta – e faz com que o cérebro produza mais endorfina, neurotransmissor responsável pela sensação de euforia. A pimenta-de-cheiro, a vermelha e a malagueta são as melhores para o humor.


Sementes de abóbora e girassol
Ricas em triptofano, além auxiliarem na manutenção do bom humor, também ajudam a melhorar a qualidade do sono. Podem ser consumidas entre as refeições, como lanche.


Alface
Tem poderoso efeito calmante em razão da lactucina, substância presente em maior quantidade nos talos e coração, que devem fazer parte das saladas, juntamente com as folhas.

 




Quer fazer uma Avaliação ou marcar uma consulta ?
Avaliação

A tecnologia da bioimpedância simplicidade e rapidez, fornecendo uma informação completa sobre a nossa condição atual e uma orientação sobre a composição corporal ideal.

Planejamento

A partir dos dados obtidos serão traçados objetivos e metas para o paciente. Será elaborado um plano nutricional e um cardápio personalizado e individual.

Suplementação

Tanto o plano alimentar quanto a suplementação será direcionada conforme as necessidades do paciente: perda de peso, ganho de massa muscular, performance, preparo físico e competições.

Quer receitas e Cardápios em seu e-mail ?